Pro rata: Quando e como Calcular?

Pro rata corresponde a um cálculo fundamental no sentido da economia, sendo fundamental entender a fundo o seu significado e também como realizar tal conta. Logo abaixo, confira essas e também outras informações igualmente importantes:

O que é pro rata?

Pro rata diz respeito a um cálculo proporcional tendo em vista o valor proporcional que deve ser pago a alguém ou determinada instituição. Assim, acontece uma divisão para que, por exemplo, o valor pago por determinado serviço seja proporcional ao tempo de utilização do mesmo.

Esse é um meio interessante ao consumidor de assinaturais mensais mas, para além delas, o pro rata também é válido para cálculos envolvendo juros e dividendos.

Para que o Pro rata se aplica?

Em setores financeiros de empresas, o pro rata se faz presente com a intenção para cálculo de dividendos e também de juros, sendo uma forma de alcançar a divisão proporcional desejada. Aliás, ainda nesse meio, o cálculo é usado quando há a presença de acionistas.

Mas a forma mais comum de seu uso está nas ofertas de consumo, onde empresas se voltam a essa conta para entender o valor a ser pago pelos seus clientes e usuários de acordo com o tempo ou funcionalidades utilizadas.

O pro rata não corresponde a uma obrigação, mas é preciso adicionar a informação sobre sua existência ou não nos termos de condição para fechar o negócio.

Como calcular pro rata?

Esse cálculo é simples e você pode recorrer apenas a uma regra de três para chegar ao resultado dele. Usando como exemplo um serviço de streaming que custa 100 reais por mês e um usuário que o utilizou por apenas 18 dias, podemos fazer o seguinte:

100 reais – 30 dias
? reais – 18 dias

Assim, deve cruzar os termos para o cálculo, chegando a:

100 x 18 = 1800
30 X ? = 30?

Então, dividimos esse valores de modo que:

1800 / 30? = 60.

Com isso, ao invés de pagar 100 reais, o valor cobrado ao consumidor deve ser de 60 reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.